sexta-feira, 23 de maio de 2008

Palha de Aço

Você diz que eu sou palhaço
Eu não sou palhaço não,
Eu sou palha de aço
Que arranha o coração.

A platéia da risada
Com as coisas que eu faço
Dá risada do meu ser
E tenta roubar meu espaço
Eu queria só saber
Quem é o verdadeiro palhaço.

O picadeiro é o mundo
Onde há embaraço e laço
Zomba do meu sentimento
Eu sou brilho, amor e abraço.
Eu queria só saber
Quem é o verdadeiro palhaço.

Bota cores no meu rosto
Me desenha e cria traços
Quer me dividir e rotular
Eu sou inteiro não sou pedaço
Eu queria só saber...
Quem é o verdadeiro palhaço.
Eu queria só saber
Quem é o verdadeiro Palhaço...

Por Celso Lacerda18.09.199

Um comentário:

emilson - aracaju disse...

é amigao eu tambem queria saber quem é o verdadeiro palhaço na minha vida.Porque mesmo sem a indumentaria de palhaço tem gente querendo atrapalhar a minha vida.E olhe que sou realmente do bem.
E você soube retratar muito legal essa duplicidade de entendimento da palavra.
Ainda acredito nas pessoas amigo.

voce foi muito feliz nessa sua colocação.
sucesso